É empreendedor e está iniciando seu negócio agora? Pois então este conteúdo é para você! Selecionamos 12 dicas de gestão que vão te ajudar a alcançar o sucesso que tanto deseja. Afinal, quando se está começando, toda ajuda é sempre bem-vinda, não é mesmo? Boa leitura!

Os desafios da gestão para empreendedores iniciantes 

Quando se está começando uma empresa e não se tem muita experiência, é comum que o empreendedor fique tão focado na ideia do negócio que não dê atenção a alguns aspectos de gestão. E isso é um grande erro.

Um empreendedor iniciante deve planejar bem seu negócio e compreender processos financeiros, administrativos e fiscais sobre seu ramo de atuação. A gestão de uma empresa envolve muitas etapas e diversas tarefas, e todas elas demandam conhecimento.

Sem um bom projeto e sem noções básicas, o negócio corre risco de sair do mercado tão logo abra suas portas, deixando um rastro de prejuízos e decepções.

As 12 dicas de gestão que ajudam empreendedores sem muita experiência

Infelizmente, ainda não existe uma receita de bolo para o sucesso de novos negócios. Porém, uma coisa é certa: uma boa administração faz toda a diferença e ela deve começar seguindo as dicas de gestão que selecionamos abaixo. 

1. Valide o seu modelo de negócio

Aqui vai a primeira e talvez mais importante das dicas de gestão: se você resolveu abrir um comércio ou começar a prestar serviços, é preciso, antes de qualquer coisa, entender se existe ou não mercado para o que você pretende oferecer. 

Assim, antes de alugar um imóvel, comprar móveis e equipamentos, e contratar funcionários, você deve testar seu produto ou serviço oferecendo ele aos amigos e conhecidos e vendo se isso faz sentido pra eles. 

Validar o seu modelo de negócio é uma excelente forma de minimizar riscos e evitar prejuízos no futuro.

2. Conheça bem seu mercado de atuação

Conhecer o seu mercado de atuação também é imprescindível! Você deve procurar saber como funciona o seu mercado no local onde você pretende abrir o negócio. 

E não é só isso, deve compreender os processos que são essenciais para o funcionamento da sua empresa. Só assim, você conseguirá ter uma visão ampla das possibilidades que esse mercado pode oferecer e saber como é possível inovar e se destacar nele. 

3. Saiba quem são seus clientes

Outra das grandes dicas de gestão é conhecer bem o seu cliente. Quanto mais você conhecer o seu público, maior será a probabilidade de obter sucesso. Você precisa entender bem o comportamento, os hábitos e a rotina de quem consome aquilo que você oferece. De posse dessas informações é possível:

  • personalizar produtos ou serviços em busca de oferecer aos clientes o que terá mais probabilidade de ser aceito
  • descobrir um nicho de mercado e assim conquistar novos consumidores com sucesso
  • direcionar melhor toda comunicação da empresa para atingir um maior número de pessoas que possam se interessar por seu produto ou serviço.

4. Avalie sua concorrência

Quem são os seus concorrentes? Qual é o preço praticado por eles? Quais são os seus diferenciais? 

É preciso que você pesquise e entenda quem são os seus concorrentes, diretos e indiretos. Assim, você irá compreender como essas empresas reagem às crises e às oportunidades, quais são seus principais pontos fortes e fracos… O que torna possível realizar um comparativo com seus processos internos e identificar os pontos que precisam ser aprimorados.

5. Tenha uma vida financeira organizada

É terrível para os negócios quando a situação financeira está desorganizada.

E para não “entrar no vermelho” deve-se organizar o fluxo de caixa, de preferência contando com a ajuda de um software de gestão. É por meio do fluxo de caixa que você conseguirá: 

  • ter uma visão clara da situação financeira da empresa
  • saber exatamente o que entra e o que sai do caixa
  • fazer projeções em curto, médio e longo prazo.

Assim, crie uma rotina para acompanhar o seu fluxo de caixa, gerando relatórios mensais ou quinzenais. Isso facilita o planejamento e o crescimento saudável do negócio.

6. Separe as finanças pessoais das empresariais 

Não separar as finanças pessoais das finanças da empresa é uma situação que pode colocar em risco a saúde financeira não só do seu empreendimento, como também das suas contas pessoais. Por esse motivo, essa é uma das principais dicas de gestão para os empreendedores iniciantes.

Assim, nada de pegar dinheiro da empresa a qualquer momento para pagar contas pessoais. O recomendados é ter bem definido, desde o início, o valor do pró-labore e a data de retirada dessa quantia. E claro, uma parte do lucro deve ser investida na empresa para que ela continue crescendo. 

7. Gerencie seu estoque

O controle eficiente do estoque traz um grande impacto para os negócios, já que ajuda a manter as finanças em dia. 

Acumular produtos faz com que você aplique uma verba alta em curto espaço de tempo. Além disso, você poderá ter problemas se contar com um espaço físico reduzido. Porém, se mantiver um estoque abaixo das suas necessidades, poderá ter problemas de abastecimento e acabar perdendo vendas. 

8. Defina o valor do seu produto/ serviço de forma consciente

Uma situação muito comum é encontrar empresários que vendem muito, mas que estão sempre se queixando de não ter dinheiro no caixa da empresa. Pois bem, isso acontece em razão dos cálculos equivocados relacionados ao preço dos produtos ou serviços. 

E para que seja possível fazer a precificação da forma correta, é necessário que seja levado em conta todos os seus custos fixos e variáveis, bem como que seja definida a sua margem de lucro ideal. Isso é fundamental para fixar os preços de forma correta.

Custos fixos são aqueles que devem ser sempre pagos, e seu valor se mantém sempre o mesmo, independentemente do que você produz. Os custos variáveis, por sua vez, são aqueles que têm impacto direto com sua produção.

9. Saiba fazer negócio

Saber fazer negócio significa ter uma visão ampla de tudo, saber quando é hora de investir, quando uma promoção é bem-vinda para aumentar o giro do caixa momentaneamente, e quando se deve ou não comercializar determinado produto ou serviço. É importante também se preocupar em cortar gastos desnecessários e economizar ao máximo. Para conseguir isso, uma sugestão é negociar com os fornecedores descontos e formas de pagamento. 

Ter visão de empreendedor também conta muito aqui. Conhecer bem seu ramo de atuação e utilizar relatórios de análise ajudam a tomar decisões com mais assertividade e confiança. 

10. Entenda o que a legislação requer de empresas do seu ramo de atuação

Cada ramo do mercado e modelo de negócio possui demandas legais específicas. Estar a par delas, e saber como elas funcionam, é essencial.

Tributações e regras que constam em lei não devem passar despercebidas por você. Afinal, caso isso aconteça, você pode ter de lidar com problemas judiciais e multas.

11. Fuja da informalidade

Não seja um empreendedor que foge dos impostos, seja uma empresa formal, para que seu negócio possa crescer com segurança. É certo que a ansiedade para começar a produzir pode levar o empreendedor a atuar na informalidade, mas essa é uma péssima escolha.

Sem um registro formal, sua empresa não pode emitir notas fiscais, abrir uma conta bancária própria ou utilizar máquinas de cartão de crédito.

Embora a formalização possa acarretar uma carga tributária elevada, não vale a pena burlar as leis e trabalhar num ambiente de insegurança. Além disso, trabalhando dentro da lei, sua empresa transmite uma imagem mais confiável aos fornecedores e clientes. 

12. Utilize estratégias de comunicação e marketing

Por fim, entre as dicas de gestão não poderia faltar esta: fazer do marketing o seu melhor amigo. Ele é essencial para qualquer negócio ter sucesso, já que é ele que vai te ajudar a captar clientes, aumentar o volume das vendas e, consequentemente, dos lucros. 

E não vale se acomodar. Mesmo quando a empresa estiver indo bem, procure sempre promover ações criativas, engajar os consumidores e assim expandir os seus negócios. As pessoas só saberão da sua existência se você contar a elas.

Bônus: adote o uso de um sistema de gestão

E por fim, a última das dicas de gestão para empreendedores iniciantes: quem está começando na gestão de uma empresa encontra muitos desafios e precisa ter atenção redobrada para não cometer qualquer erro. E a melhor forma de encontrar equilíbrio entre qualidade e agilidade é utilizando um software como aliado na gestão.

Com a tecnologia de um sistema de gestão você poderá  automatizar atividades do setor financeiro, estoque e administrativo, organizar sua empresa e reduzir ou mesmo eliminar erros. 

Optar por um software impacta diretamente e de forma positiva o seu empreendimento.

Gostou das dicas? Então, que tal descobrir todo o poder do software da Hábil Empresarial e, assim, alcançar ótimos resultados desde o início do seu sonho de empreender? Conheça a versão grátis do Hábil 10 e simplifique a gestão do seu negócio.

2 Comentários em “12 dicas de gestão para empreendedores que estão começando”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *