Empreendedorismo Financeira Gestão

10 dicas de gestão para empreendedores iniciantes

10 dicas de gestão para empreendedores iniciantes

É empreendedor e está começando agora? Hoje, trouxemos 10 dicas de gestão para você!

Muitas vezes o gestor foca tanto na ideia do negócio que acaba esquecendo do principal: elaborar um bom planejamento estratégico do seu empreendimento.

Sem um bom projeto, a empresa corre risco de sair de mercado rapidamente.

A gestão de um empreendimento envolve muitas etapas e diversas tarefas. Todas elas demandam conhecimento sobre assunto.

Compreender processos financeiros, administrativos e legislativos sobre seu ramo é essencial.

Uma ajuda é sempre bem-vinda, não é mesmo? Para ajudar na sua gestão, listamos algumas dicas de ouro que podem ajudar você que está se desafiando e começando seu empreendimento dos sonhos.

1 – Conheça seu mercado de atuação

O primeiro passo sem dúvidas é conhecer seu mercado de atuação. Quem é sua concorrência? Qual é o preço praticado por eles? Como funciona o seu mercado em sua região?

Compreenda os processos que são essenciais para o funcionamento do seu negócio.

Dessa forma, você terá uma visão ampla das possibilidades que este mercado oferece e saber como é possível inovar e se destacar no mercado.

2- Saiba quem são seus clientes

Quanto mais você conhece seu cliente, maior será a probabilidade de você ter sucesso. Você precisa entender o comportamento deles, os hábitos e as rotinas do seu público alvo.

O estilo de vida do seu cliente ou futuro cliente diz muito sobre como ele pode reagir a sua marca.

Tendo essas informações, é possível personalizar produtos ou serviços em busca de oferecer a eles o que terá mais probabilidade de ser aceito.

Caso contrário, é possível descobrir um outro nicho deste mesmo mercado, a fim de conquistar novos clientes com sucesso.

3- Saiba o que a legislação requer sobre seu ramo de atuação

Cada ramo do mercado e modelo de negócio, possui demandas da legislação específicas. Estar a par delas, e saber como elas funcionam, é essencial.

Tributações e regras que constam em lei, não devem passar despercebidas por você.

Uma vez que, caso isso aconteça, o gestor pode vir a lidar com problemas judiciais a serem resolvidos, e multas para pagar.

4- Fuja da informalidade

Não seja um empreendedor que foge dos impostos, seja uma empresa formal, para que seu negócio possa crescer sem impedimentos jurídicos ou governamentais.

Para obter uma máquina de cartão ou conseguir empréstimos, por exemplo, só é possível com o CNPJ.

5- Tenha uma vida financeira organizada

É terrível para os negócios quando a situação financeira está desorganizada.

Para “sair do vermelho”, primeiramente deve-se organizar o fluxo de caixa com planilhas simples ou com a ajuda de alguns softwares de gestão que possuem o controle financeiro e que disponibilizam informativos sobre o futuro. Isso facilita o planejamento do crescimento saudável do negócio.

6- Separe despesas pessoais e empresariais

Isso é uma situação que pode colocar em risco a saúde financeira não só do seu empreendimento, como de suas contas pessoais.

Por apertos financeiros ou pura desorganização, o empreendedor acaba usando o dinheiro da empresa para pagar despesas pessoais – ou o contrário. Esse é um erro muito comum.

O ideal é que uma parte do lucro mensal seja retirado para o empreendedor, para que ele reinvista o restante dos lucros na própria empresa, estimulando seu crescimento.

Uma ideia é que no mesmo dia em que todos da empresa são pagos, o empreendedor também recebe um valor pré determinado. Mesmo sendo dono do negócio, você precisa ter um salário fixo.

Uma grande vantagem advinda deste tipo de atitude, é que a empresa consegue ter um fundo com os lucros, para que seja possível fazer investimentos em melhorias na empresa.

7- Defina o valor do seu produto de maneira consciente

Defina a margem de lucro para fixar os preços de forma correta. Um erro comum é quando os empresários vendem muito, mas se queixam de não ver dinheiro entrar, isso acontece em razão dos cálculos equivocados.

Para que seja possível fazer a precificação de seus serviços e produtos da forma correta, é necessário que seja levado em conta seus custos fixos e variáveis. Eles são a base do cálculo para saber o seu preço final.

Custos fixos são aqueles que devem ser sempre pagos, e seu valor se mantém sempre o mesmo, independentemente do que você produz.

Por outro lado, os custos variáveis são aqueles que têm impacto direta com sua produção.

Também é necessário que seu preço de venda seja definido, através da definição da margem de lucro ideal para o seu empreendimento.

8- Saiba fazer negócio

O empreendedor deve se preocupar em cortar gastos desnecessário e economizar ao máximo. Para conseguir isso, uma sugestão é negociar com os fornecedores diversas formas de pagamento, descontos ao fazer compras grandes com pagamento à vista.

Ter visão de empreendedor também conta muito aqui. Conhecer bem seu ramo vai te ajudar a tomar as decisões necessárias neste sentido.

Saber fazer negócio significa ter uma visão ampla de tudo, saber quando é hora de fazer investimentos. Quando uma promoção é bem vinda para aumentar o giro do caixa momentaneamente, e muito mais.

Utilize relatórios de análise para que as decisões sejam tomadas por você de forma assertiva e confiante.

9- Gerencie seu estoque

Esse é um ponto fundamental na gestão para o sucesso do negócio, seja ele físico ou virtual.

Todo empreendedor deve ter em mente que, se vender, precisa entregar. Por esse motivo é preciso saber exatamente a quantidade de cada item disponível.

O controle do estoque tem impacto direto com o financeiro do seu empreendimento, portanto fique atento para que seja comprado o número realmente necessário de itens, e que não seja vendido nada que não está em estoque.

10- Utilize estratégias de comunicação

Publicidade é assunto sério, além de ser essencial para o seu empreendimento.

As pessoas só saberão da sua existência se você contar a elas. Isso equivale a organizar uma festa e não convidar ninguém.

Anúncios publicitários são seu melhor aliado aqui. Caso não seja possível fazer altos investimentos em marketing, é possível optar pelas redes sociais.

Elas possibilitam que você converse com seu público de forma certeira, investindo pouco.

É importante que você descubra quanto quer investir e como.

Depois disso desenvolva uma estratégia de comunicação e parta para a ação.

Bônus: Utilize um software de gestão

Quem está começando na gestão de uma empresa encontra muitos desafios. O gestor deve ter atenção redobrada para diminuir o número de erros.

A melhor forma de encontrar equilíbrio entre qualidade e agilidade, é utilizando um software como aliado na gestão.

A tecnologia de um software automatiza atividades do setor financeiro, estoque e administrativo.

Ele ajuda a organizar sua empresa e a diminuir erros. Optar por um software impacta diretamente e de forma positiva no seu empreendimento.

Descubra todo o poder do software da Hábil Empresarial e alcance ótimos resultados desde o início do seu sonho de empreender.

Esperamos que tenha gostado do nosso conteúdo. Que tal complementar com mais um pouco de conteúdo?

Confira também este material completo com dicas para quem está começando a empreender!

10 dicas de gestão para empreendedores iniciantes

Você pode gostar
Use o Marketing para se destacar em meio a concorrência
Aumente a produtividade da sua empresa com um sistema ERP

Deixe o seu comentário para

Seu comentário*

Nome*
Website