PIX: como ele ajuda seu comércio a economizar e a conquistar clientes

Em fevereiro de 2020, o Banco Central (BC) anunciou o Pix como uma nova maneira de fazer transferências e pagamentos instantâneos, o que revolucionaria o modo como as movimentações monetárias eram feitas no País. 

O lançamento do Pix em novembro teve grande repercussão. E trouxe a promessa de facilitar muito a vida de pessoas e empresas. Grátis, rápido, moderno e acessível para todos, essa nova modalidade é especialmente vantajosa para os comércios e pequenos empreendedores. Entenda o porquê neste texto.

O que é o Pix

De forma simples, o Pix é um sistema de transferências de dinheiro e pagamentos instantâneos que permite transações 24 horas por dia, nos 7 dias da semana, inclusive em feriados.

Um de seus principais diferenciais é permitir fazer as transferências usando apenas uma “chave”, que pode ser o celular, o e-mail ou o CPF da pessoa que vai receber o valor, eliminando a necessidade de digitar todos os dados bancários, o que ajuda a evitar erros e torna toda a transação mais ágil.

Além disso, com o Pix é possível fazer pagamentos em tempo real em lojas, bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais que adotarem a tecnologia. É possível também quitar contas de água e luz, e até mesmo recolher impostos.

Como funciona o Pix

Para entender como funciona o Pix é fundamental compreender o cenário do atual mercado de pagamentos e transferências. Os pagamentos normais são divididos da seguinte forma:

TED (Transferência Eletrônica Disponível) 

O dinheiro enviado a outra instituição será creditado na conta de destino até às 17 horas daquele mesmo dia e o não existe um valor mínimo a ser transferido. Valores superiores a R$ 5 mil podem ser lançados.

DOC (Documento de Ordem de Crédito) 

Já com o DOC, o dinheiro cai na conta de destino no dia seguinte, mas pode levar mais de um dia útil caso a transferência seja feita após às 22h. Contudo, o valor máximo que pode ser movimentado na transação é de R$ 4.999,99.

Ambos os métodos funcionam apenas em dias úteis, ou seja, caso sejam feitas transferências nos fins de semana ou feriados nacionais a transação só é concluída em dias de semana. Só aí, já sentimos uma grande diferença entre o Pix e os métodos tradicionais, certo?

No caso dos pagamentos, as formas já conhecidas são os boletos, os cartões de débito e crédito, o cheque e o dinheiro em espécie. Vale ressaltar que o uso do boleto tem restrições de dias para a realização do pagamento e sua geração tem custo para quem o emite, e que o uso dos cartões também acarreta gastos para as empresas.

Por sua vez, o Pix é uma alternativa grátis e instantânea para a realização de pagamentos, que facilita a vida das pessoas e dos negócios, sem a necessidade de baixar aplicativos especiais: basta utilizar o da instituição bancária/ financeira da sua escolha. 

Quais as vantagens do PIX frente às outras formas de transferência de dinheiro e pagamento

Conheça outras vantagens de utilizar o Pix:

Horário de funcionamento

Com o Pix é possível fazer transferências em apenas alguns segundos, em qualquer dia e horário da semana.

Segurança

Como são reguladas pelo Banco Central, as operações do Pix são seguras e confiáveis.

Praticidade

Ao se tornar um usuário do Pix você cria uma “chave” que servirá para todas as transações que forem feitas em seu benefício. É possível também fazer transferências ou pagamentos gerando um QR Code.

Agilidade

Outra vantagem do Pix é a agilidade: a transação é realizada rapidamente e em poucos segundos o dinheiro está na conta.

Como o PIX beneficia o comércio

Esse novo método de pagamento ajuda os comércios a oferecerem um melhor atendimento no PDV e uma melhor experiência de compra para o cliente, visto que todo o processo pode ser feito na mesma tela e com aprovação instantânea, sem complicações.

Quer um exemplo? A compensação dos boletos pode demorar até cinco dias úteis. Já com o Pix, o pagamento à vista será imediato, em questão de segundos. 

Isso muda completamente a logística das empresas, que podem trabalhar com o just-in-time (na hora certa) — um sistema que tem como objetivo produzir a quantidade exata de um produto, de acordo com a demanda, de forma rápida e sem a necessidade da disposição de grandes estoques, fazendo com que o produto chegue a seu destino no tempo certo. 

Outro ponto é o controle financeiro do negócio, que pode ser totalmente digitalizado e otimizado com o Pix, afinal, em vez de receber em dinheiro, o pagamento por meio dessa tecnologia vai ser integrado ao sistema de gestão e diretamente contabilizado no caixa.

Assim, além de melhorar a administração dos recursos, a nova forma de fazer transações monetárias também proporciona mais tempo livre para se preocupar com os clientes e outras atividades importantes da empresa.

Esperamos que saber mais sobre o Pix tenha sido útil para você. Quer ver outros conteúdos como este? Acompanhe o blog da Hábil: temos sempre novidades para otimizar a gestão do seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *