Gestão de varejo: 9 dicas para o seu negócio!

Quem tem um comércio varejista sabe: uma gestão eficiente é fundamental para garantir o bom funcionamento da empresa e alcançar resultados financeiros satisfatórios. Administrar esse tipo de negócio, no entanto, apresenta diversos desafios e pequenas falhas podem gerar grandes prejuízos. 

Para ajudar você a ter sucesso com o seu comércio, reunimos nove dicas para gestão de varejo que evitam dor de cabeça e auxiliam na conquista de mais clientes e no aumento da lucratividade. Confira!

Qual a importância da boa gestão no segmento varejista?

Se você tem um comércio varejista, com certeza quer ver seu negócio prosperar e, para tanto, é essencial aplicar técnicas e estratégias que contribuam para isso. Aí está a importância da boa gestão de varejo: processos bem administrados ajudam a empresa a crescer e a alcançar melhores resultados.

E isso, de forma sustentável, com organização para a melhoria contínua do negócio. 

Quais os principais desafios para a gestão de varejo?

Um comércio varejista é formado por diversas áreas: vendas, atendimento, estoque, financeiro, marketing…. E controlar os processos de todos esses departamentos é o grande desafio para os donos de negócio desse segmento. 

Por isso é tão importante conhecer e aplicar as melhores práticas de gestão para varejo, são elas que garantem uma operação eficiente, reduzem a ocorrência de falhas e ajudam a alcançar os objetivos da empresa. 

9 dicas que otimizam a gestão de varejo

A seguir nós listamos para você nove dicas que apoiam você na gestão do seu comércio varejista:

Controle o fluxo de caixa

Começamos falando de um dos pontos mais importantes da gestão de varejo, que é o controle financeiro. Se você não acompanha com muita atenção a entrada e saída de dinheiro do seu negócio, pode acabar por comprometer toda a sua operação.

Além disso, um erro muito comum é misturar finanças pessoais e empresariais. Esse é um dos maiores riscos do varejista: ver dinheiro no caixa e achar que está tudo bem. Lembre-se que a operação financeira é muito mais complexa que isso!

Faça gestão de estoque

A gestão de estoque é outra das etapas de maior importância no processo de gerenciamento do segmento varejista. Isso porque, de maneira muito simples, é dinheiro que já está investido. Logo, precisa girar para poder passar do armazém para o seu caixa.

Acompanhar com exatidão como anda o seu estoque, se tem produto parado, se há escassez de algo, é uma forma de gerar previsibilidade e, também, de aprender a fazer investimentos mais assertivos.

Cuide das partes fiscais e contábeis do negócio

Manter a sua empresa dentro de um escopo legal e fiscal correto é garantir que você não terá dores de cabeça com multas e nem sofrerá punições da Receita Federal. E, indo além dessa questão, quando você realiza uma boa gestão dessa área do negócio, consegue economizar boas quantias.

Mas, para tanto, é necessário estar atento e envolvido com a empresa. Então, vale a pena contar com os serviços de uma equipe de contabilidade profissional, que vai ajudar a manter a gestão fiscal e contábil sob controle.

Invista em marketing digital

O marketing digital é uma parte estratégica extraordinariamente importante e que pode impactar diretamente o seu negócio. Isso porque ele influencia na divulgação dos seus produtos/ serviços e aumenta a possibilidade de conversão. Logo, de lucratividade.

Pensando especificamente no ramo digital, ainda podemos considerar que esse é um investimento com um retorno considerável, principalmente porque os custos dessa área são bem acessíveis. Apostando nesse setor, você consegue aumentar suas vendas, fortalecer sua marca, fidelizar clientes e, também, aumentar a percepção de qualidade sobre a sua empresa.

Garanta a qualidade do atendimento ao cliente

Todo o segmento varejista deveria considerar o atendimento ao cliente como uma das etapas mais essenciais para garantir o seu sucesso no mercado. Afinal, juntamente com a gestão financeira e de estoque, são os consumidores o terceiro pilar fundamental para a sua manutenção.

Por isso, vale muito a pena investir nesse setor em sua empresa. Ouvir os seus clientes, atendê-los com presteza, se adequar às suas necessidades e, principalmente, resolver seus problemas. Um bom pós-venda encanta o público e aumenta as chances de ele voltar até a sua loja quando precisar de um novo produto.

Pense nisso! Aposte em treinamentos e capacitações, e crie uma equipe de relacionamento que te ajudará a melhorar as suas vendas.

Conheça bem o seu público

É impossível fazer uma boa gestão de varejo, quando você não conhece o público para o qual está trabalhando. Afinal, torna-se extraordinariamente difícil compreender quais são as suas dores e seus desejos e, consequentemente, agir em prol desse atendimento.

Então, é essencial que você faça uma pesquisa de mercado e veja qual o perfil do público que consome os seus produtos. Quando você os conhece com mais profundidade, tem mais chances de conseguir afetá-lo com uma campanha melhor direcionada ou reconhecer o momento ideal para incentivar a conversão.

Treine os funcionários

Citamos rapidamente esse detalhe quando falamos sobre o atendimento ao cliente, mas é algo que precisa ser reforçado: o treinamento da equipe. Quando você investe na capacitação do seu grupo de trabalho, consegue oferecer um serviço de muito mais qualidade aos seus clientes. Consequentemente, tem mais assertividade no atendimento. 

Acredite, é extremamente frustrante para o consumidor ser mal recebido em uma loja. E isso irá afetar a sua empresa a curto e a longo prazo: imediatamente falando, você perde uma venda. Pensando um pouco mais além, você perde um cliente.

Defina indicadores e metas

Para saber se a sua gestão de varejo está sendo assertiva, é necessário acompanhá-la. Mas, se você não tem indicadores bem definidos, terá muita dificuldade de entender se ela está, realmente, trazendo resultados.

Por exemplo: suponha que você esteja aplicando essas estratégias para aumentar seu faturamento. Se você não tiver um indicador bem definido, esse resultado pode não ser tão contundente. Quer dizer, se você tiver um crescimento de 1%, essencialmente terá tido sucesso, certo? Mas, é só isso que seu negócio busca?

Então, vale a pena definir as metas e os objetivos que deseja alcançar com bastante clareza. Assim, você terá mais facilidade para acompanhar o processo e verificar se está conquistando o que deseja.

Também, poderá compartilhar o plano com mais facilidade entre toda a sua equipe, de modo que todos trabalharão em conjunto para contribuir com o sucesso.

Utilize um sistema de gestão

Uma última dica, e tão essencial quanto as outras, é contar com a tecnologia para te ajudar na gestão de varejo. 

Sistemas de gestão comercial, como o Hábil 10, são ótimas ferramentas para apoiar a administração do seu negócio e garantir controle eficiente em todas as áreas da empresa.

Nosso software integra gestão de estoque, controle financeiro, gestão fiscal, gestão de vendas e muitos outros processos para tornar a rotina da sua loja muito mais prática e simples. E ajudar você a alcançar os melhores resultados.

Agora que você já conferiu nossas dicas, não perca mais tempo e comece a transformar a sua empresa! Acesse a página do Hábil10 e experimente grátis nossa solução que otimiza toda a gestão de varejo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *