Empreendedorismo Empresarial Gestão Negócios Produtividade

Se a empresa cresce, o empreendedor cresce junto

Se-a-empresa-cresce-o-empreendedor-cresce-junto

Se a empresa cresce e o empreendedor continua estagnado, o que acontece?

A jornada de qualquer empreendedor segue esse caminho: quando o negócio decola, quem está à frente deve mudar sua postura e tomar atitudes compatíveis com os objetivos empresariais.

Em pequenas e médias empresas essa mudança de comportamento por parte do empreendedor é notável.

Quanto mais sucesso no mercado, maior o grau de comprometimento do empreendedor, que passa de gestor para executor e líder.

Empresa em crescimento: quando o executor vira gestor

A primeira grande transição na vida de um empreendedor é quando ele passa de executor a gestor.

Mas o que isso significa?

Dentro de um negócio, trabalhando com equipes médias ou bem pequenas, é preciso tomar a importante decisão de delegar funções e tarefas.

Quando o empreendedor se ocupa com atividades que não promovem o crescimento do negócio, seu trabalho é desperdiçado.

É preciso abandonar a postura de executor, de quem faz tudo, para confiar tarefas aos membros da equipe que podem desenvolver com muito mais agilidade e eficiência.

Não é possível crescer sozinho!

É apenas ao delegar tarefas que o empreendedor consegue expandir os resultados, com pessoas que olham pelo mesmo objetivo da empresa.

Sinais de que sua empresa precisa “virar a chave”

Existem muitos sinais que a empresa precisa “virar a chave”, ou seja, dar uma repaginada e implementar estratégias para crescer no mercado.

Aqui vamos falar apenas dos principais sinais.

Um deles é a estagnação. Quando a empresa está parada, algo deve ser mudado.

E essa estagnação pode ser vista por outro sinal: você não consegue vender nada além do que está vendendo.

O faturamento da empresa não muda, se mantendo no mesmo padrão todos os meses.

Pode ser que o time da empresa não esteja muito motivado, o que é claro sinal de que o negócio precisa ser repensado.

Um dos sinais mais evidentes de que a empresa precisa urgentemente “virar a chave” é o questionamento por parte dos investidores.

Eles querem saber quando o seu negócio vai decolar, por que os números não estão crescendo e cobram explicações.

Se você se afastar da sua empresa hoje, ela sobrevive? O poder de delegar!

Lembra quando falamos da necessidade de delegar?

Se o gestor está sempre tomando a frente, outras lideranças em potencial ficam abafadas.

O propósito de ter uma equipe, por menor que seja, é justamente ter pessoas de confiança tomando a responsabilidade por áreas específicas da empresa.

São pessoas capazes de fazer o que deve ser feito, sem supervisão constante.

Um empreendedor deve ter a consciência de que o negócio pode crescer inclusive quando ele estiver distante.

Para isso é preciso explorar o poder de delegar, elegendo as pessoas certas para os cargos certos e construindo equipes autônomas, que consigam desenvolver o trabalho sem muitos problemas.

De gestor à líder!

Uma das últimas etapas na jornada de um empreendedor é a transformação em líder.

Ou seja, alguém que atua dentro da empresa não como executor, nem gestor, mas sim uma figura de inspiração, que transmite confiança e explora o potencial de cada um dos membros da equipe.

O papel do líder é importantíssimo dentro da empresa.

Como você pode ver, o crescimento da empresa também implica em crescimento do empreendedor.

É preciso saber identificar os sinais de que a empresa precisa passar por mudanças.

Cabe ao empreendedor crescer e promover o crescimento do seu negócio, seja através da delegação, seja através da liderança.

trilha-de-conhecimento-gestao

Você pode gostar
gestão-estratégica-x-planejamento-estratégico
Gestão Estratégica x Planejamento Estratégico
Por que é tão importante controlar a produtividade
Por que é tão importante controlar a produtividade?

Deixe o seu comentário para

Seu comentário*

Nome*
Website