Empreendedorismo Financeira Gestão Hábil Empresarial

Como lidar com a inadimplência de seus clientes?

Como-lidar-com-a-inadimplência-de-seus-clientes

Em qualquer tempo de crise, a inadimplência começa a aparecer em pequenas e grandes empresas.

Para gestores, uma verdadeira dor de cabeça para equilibrar as finanças e manter o negócio em dia, mesmo com a falta de pagamentos.

Afinal,  são os consumidores os responsáveis e a razão de um negócio realmente existir.

Ter bons clientes é papel fundamental, entretanto ninguém está livre dos temidos e inapropriados inadimplentes.

Muitas micros e pequenas empresas dão certas brechas perigosas para o financeiro. Seja pela proximidade com algumas dessas pessoas ou, ainda, pela falta de experiência.

Há algumas práticas que, de primeiro momento, parecem ajudar e aproximar o cliente, mas que podem virar uma bola de neve.

Vendas com um grande prazo para pagamento sem ter uma noção do histórico do comprador, recebimento de cheques e, ainda, a não exigência dos documentos relevantes para o ato da venda, são algumas das práticas de risco. 

A seguir listamos 5 dicas para te ajudar nesse sentido.

Use um sistema de notificações automáticas

Boa parte de todas as dividas que você possui em aberto no sistema não é causada por calote dos clientes, e sim pelo simples fato de esquecimento. São vários os fatores para que isto venha a acontecer. Acúmulo de contas, datas de vencimento, valores e tantos outros fatores que ocorrem no dia-a-dia de todo ser humano.

Assim, oferecer um sistema que gere notificações automáticas para os seus clientes, que os façam serem lembrados do dia de vencimento de certas faturas ajuda na hora de evitar os inadimplentes.

Analise o crédito do cliente antes de vender

Analisar o crédito pessoal é o meio mais tradicional que muitas empresas possuem para combater clientes inadimplentes. Verificar o histórico de crédito e se existe pendências nesse histórico se tornou a forma mais rápida e segura de vender sem exigir informações pessoais de cada cliente. A consulta é feita via CPF direto na base do SPC ou Serasa.

Entretanto a análise de crédito tem um custo geralmente baixo e pode, ainda, mascarar bons clientes. É possível que alguns estejam em dia com a sua empresa e devendo para outras por motivos distintos. Analisar o comportamento deles é um passo importante antes de vender.

Faça um contrato e entregue nota fiscal

Quanto maior for o valor do seu produto, mais eficiente deve ser o mecanismo para evitar a inadimplência. Um contrato de prestação de serviço assinado e com o número do documento pessoal, ainda, deixando claro quais serão as punições caso o serviço não seja pago, é o primeiro passo. Além de entregar a Nota Fiscal para tudo que for feito.

Ter esses documentos é possível, e ainda, o primeiro passo para uma possível cobrança judicial se necessário.

Não venda quando estiver inseguro

Se ao final de tudo o que foi realizado, você ainda estiver se sentindo inseguro para realizar a venda e em dúvida sobre a adimplência do seu consumidor, não venda. Perder a venda ainda é melhor do que ter prejuízo com o produto/serviço entregue e não pago. A razão disso é simples: dificilmente um cliente inadimplente será, em médio prazo, um bom cliente.

 A busca por mecanismos contra a inadimplência é uma tarefa complexa. Cabe ao empreendedor saber lidar com isso, gerando meios para combatê-la.

Confira dicas para a gestão empresarial baixando gratuitamente:

trilha-de-conhecimento-gestao

Você pode gostar
Por que gestão de estoque é tão importante
Por que gestão de estoque é tão importante?
NF-e-4.0-você-já-fez-as-mudanças
NF-e 4.0: você já fez as mudanças?

Deixe o seu comentário para

Seu comentário*

Nome*
Website