Poucos segmentos foram tão afetados pela crise gerada pelo surgimento do novo coronavírus quanto o comércio. Donos de lojas, restaurantes e outros estabelecimentos tiveram de se reinventar. E a verdade é que ninguém sabe, realmente, como será o comércio pós-pandemia. 

Apesar das incertezas, no entanto, já é possível tirar muitas lições do cenário que se construiu por conta dessa pandemia. Neste artigo, listamos sete dessas lições que podem ajudar sua empresa a estar mais preparada para o mundo depois da covid-19. Confira!

1. Ter reservas financeiras para momentos de emergência

Esta é uma estratégia fundamental para empresas de qualquer porte: ter reservas financeiras para momentos emergenciais e de crise. Isso porque essa reserva permite ter fôlego mesmo em períodos de grande instabilidade do mercado, como o que foi trazido pela pandemia. 

É verdade que para donos de pequenos negócios fazer essa poupança para tempos difíceis é um grande desafio. Mas vale se esforçar e buscar práticas que ajudem na criação dessa reserva, pois isso ajuda sua empresa a crescer de forma sustentável e diminui os riscos de ter de fechar as portas por conta de crises que pegam a todos desprevenidos.

2. Investir no comércio online

Já há alguns anos o e-commerce vem ganhando espaço. E a crise do coronavírus mostrou que esse é um mercado que não pode ser esquecido por quem é dono de comércio. Durante a pandemia, os negócios que se deram melhor foram aqueles que se adaptaram às vendas online, já que o distanciamento social obrigou a todos a terem de aderir às compras pela internet.

Então, se você quer se dar bem no comércio pós-pandemia, é fundamental se atualizar e colocar sua empresa na internet, oferecendo aos seus clientes as melhores experiências de compra online. 

3. Desburocratizar processos 

Inicialmente, a burocracia criava ordem e dava segurança aos processos. Mas com o tempo, passou a gerar o efeito contrário: muitas barreiras foram criadas, deixando os fluxos de trabalho ineficientes e passíveis de complicações. 

Por isso, mesmo antes da pandemia muitas empresas já buscavam maneiras de reduzir a carga burocrática, e a crise do coronavírus intensificou essa procura.

Dentre as ações que ajudam na desburocratização, fazer uma análise da operação do seu negócio e identificar processos que se tornaram obsoletos é um bom ponto de partida. 

Aderir ao home office, quando possível, e investir na digitalização e na automação de tarefas são outras formas eficientes de diminuir a burocracia no comércio pós-pandemia.

Diagnóstic Raio-X da gestão para comércios - Faça Agora Diagnóstic Raio-X da gestão para comércios - Faça Agora

4. Saber se adaptar rapidamente às mudanças

Trabalhar de casa, passar a vender pela internet, aprender novas formas de gerenciar sua empresa, respeitar o uso de máscara e o distanciamento social, essas são algumas das mudanças que a pandemia da covid-19 nos impôs. E como já dissemos neste texto, os negócios que estão lidando melhor com essa crise são aqueles que souberam se adaptar.

Como dono de empresa, é importante que você seja flexível e esteja preparado para ajustar seu empreendimento de forma rápida aos novos cenários colocados pelo mercado.  

5. Investir em tecnologia 

Embora a tecnologia fosse fundamental para a economia e os negócios já antes da pandemia, com a crise da covid-19 nossa dependência de soluções como a computação em nuvem, o streaming e o e-commerce se multiplicou. E por isso quem quiser se dar bem no comércio pós-pandemia terá de investir em tecnologia.

6. Estar mais atento às necessidades da sociedade e da comunidade

Se tem uma coisa que a pandemia deixou claro é que precisamos dar mais atenção às coisas que realmente importam. Por isso, buscar entregar produtos e/ou serviços que não têm proposta de valor para o cliente, ou seja, que não resolva efetivamente um problema dele, não é o caminho. 

É preciso estar antenado no que seu público e a sociedade em geral estão buscando no mercado e entregar soluções de verdade para eles.

7. Cuidar melhor dos colaboradores

Se você deseja criar um ambiente de trabalho no qual as pessoas se desenvolvam, se sintam valorizadas e estejam profundamente engajadas com o que fazem, você deve investir no cuidado de seus funcionários.

Sem dúvidas, essa ação vai trazer melhores resultados para o seu negócio, fazendo com que os colaboradores deem duro para que as coisas andem como o planejado. 

Esperamos que nosso conteúdo ajude você a absorver importantes lições para o comércio pós-pandemia. E se quiser ver outros textos com dicas e informações úteis para o seu negócio, acompanhe as publicações aqui, no blog da Hábil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *