3 práticas para otimizar a gestão da cadeia de suprimentos

O ambiente econômico de uma empresa precisa de constantes atualizações, inclusive no que tange à otimização da gestão da cadeia de suprimentos.

Quando uma empresa não está aberta a mudanças e decide repetir processos rotineiros apenas por tradição, isso pode trazer dificuldades às finanças da empresa e até mesmo levá-la à falência. Por isso, o que não for mais aceitável precisa ser atualizado, a fim de reduzir custos e gerar resultados.

Para empresas que querem se posicionar como líderes de seu segmento, ter uma cadeia de suprimentos organizada torna-se uma verdadeira meta. É fundamental que sejam adotadas práticas, métodos e processos que otimizem a operação e promovam eficácia na construção e gestão da cadeia de suprimentos.

O que é Cadeia de Suprimentos?

A cadeia de suprimentos ou Supply Chain pode ser entendida como um sistema de organizações, que compreendem a compra dos insumos e matérias-primas, pessoas, informações, atividades, recursos, como a produção, armazenamento, venda, distribuição e entrega ao consumidor final

Com foco na satisfação do cliente, a cadeia de suprimentos precisa atender todos os requisitos necessários para realizar todas as tarefas no menor tempo possível, sempre priorizando a redução de custos e o aumento na qualidade do produto.

Veja agora 3 práticas para otimizar a gestão:

  1. Estabeleça alianças com fornecedores-chave

Estreitar o relacionamento com os fornecedores deve ser uma prática constante. Isso implica ter uma comunicação assertiva, podendo ser unidirecional (detalhando ao fornecedor como fazê-lo) e bidirecional, quando o comprador e o vendedor mantém o gerenciamento mútuo da relação comercial. 

A esta prática pode se dar o nome de “gerenciamento de alianças”, com representantes de ambas as partes trabalhando juntos para melhorar a relação comprador / fornecedor.

Os quatro objetivos principais de um programa eficaz de gerenciamento de alianças com fornecedores-chave incluem:

  • A criação de uma plataforma para resolução de problemas;
  • Fornecimento de um mecanismo que garanta que o relacionamento permaneça saudável;
  • Programa de gerenciamento que certifica que o alcance dos objetivos de desempenho.
  • Criação de valor a partir do desenvolvimento de talentos de sua base de suprimentos. 
  • Desenvolvimento de metas de melhoria contínua com o objetivo de alcançar valor para ambas as partes.
  1. Otimize sua previsão de demandas

Para obter otimização na estrutura da cadeia de suprimentos, deve-se evitar desperdícios de insumos em momentos de baixa produção, bem como reduzir a possibilidade de baixas de matérias-primas em momentos de crescente demanda. Logo, prever demandas é uma questão de sobrevivência.

O uso da tecnologia pode simplificar essa tarefa, que para muitos, pode parecer um “bicho de sete cabeças”. A gestão precisa fazer planejamentos visualizando múltiplos cenários. Realizar previsões assertivas torna-se possível com a obtenção dos dados de vendas da empresa em períodos anteriores. O relatório de resultado possibilita facilmente essa coleta de dados.

A previsão de demandas vai minimizar os riscos de falhas, imprevistos e possíveis variações de demanda, seja em virtude de fatores internos ou externos.

  1. Implante um sistema integrado de gestão

A última dica prática você já conhecem bem, mas não podemos deixar de ressaltá-la aqui, porque ela de fato, salva vidas de diversas empresas. Um sistema de gestão integrado, o nosso ERP, é o modelo tecnológico com a maior capacidade de gerar impactos positivos à estrutura de sua cadeia de suprimentos.

A implantação de um sistema que integra as diferentes áreas de uma empresa potencializa o trabalho das equipes. Dessa forma, controlar o estoque com dados de geolocalização atualizados faz a diferença. Ter uma gestão de compras mais eficiente e que compara dados faz a diferença. Saber exatamente quando será necessário repor cada produto também. Ou seja, ter um ERP hoje em dia é essencial.

Já conhece nosso ERP? Fale agora mesmo com a gente e conheça todos os recursos disponíveis no Hábil 10.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.