Empreendedorismo Gestão

10 erros para não cometer ao iniciar uma empresa!

A atual crise financeira do país está levando muitos brasileiros a considerar uma nova possibilidade em sua vida profissional: abrir o seu próprio negócio.  Se você está pensando em se tornar, ou se você já é seu próprio patrão, vai encontrar aqui um top 10 dos erros mais comuns – e mais prejudiciais – ao abrir a sua empresa.

10° – Empregar familiares e amigos

Talvez tenha sido a primeira coisa que passou pela sua cabeça, afinal, você já os conhece. Mas com o tempo você perceberá que é muito difícil separar o lado profissional do pessoal e, é justamente a intimidade, que faz com que haja menos dedicação, esforço, seriedade e principalmente o respeito a sua posição de chefe. Tome cuidado!

9° – Não conhecer o público alvo

Não importa o quão bom seja o produto ou o serviço que você tem para oferecer: se não houver consumidores, seu negócio vai fracassar. Faça uma pesquisa ao redor e descubra do que as pessoas sentem falta, o que ainda não é oferecido e seria bem aceito pelo público, considerando o poder aquisitivo médio da população local.

8° – Subestimar ou superestimar a concorrência

Desprezar o potencial dos concorrentes é um erro. Usá-los como modelo a ser seguido também. É importante considerar os pontos fortes da concorrência e suas estratégias, mas sempre tendo em mente que cada negócio é um negócio. O que funciona bem para ele, pode não trazer os mesmos resultados para você, portanto, faça seu próprio planejamento.

7° – Não usar um software de gestão

A tecnologia deve ser usada a seu favor. Ficar preso a um controle feito a mão pode te deixar perdido no meio de muitos papéis e dificultar a sua administração. Existem muitas ferramentas gratuitas para te ajudar nesse processo, pesquise e escolha a que melhor se adeque à sua necessidade.

6° – Não delegar tarefas

Não acumule funções acreditando que só será bem feito se for feito por você. Você vai acabar sobrecarregado e não conseguirá dedicar o devido esforço e atenção a todas as necessidades. Saiba delegar tarefas e se concentre nos pontos mais importantes.

5° – Não fazer um controle detalhado dos gastos

Não caia no erro de ignorar os pequenos gastos. Se desde o início você se habituar a registrar todas as despesas, inclusive as que parecerem mais irrelevantes, terá sempre um bom controle das suas finanças e não será pego de surpresa.

4° – Contar com dinheiro que ainda não entrou

Vendas parceladas são apenas vendas. Só conte com esse valor depois que ele estiver em caixa. Registrar parcelas como receita é uma armadilha perigosa, pois se o cliente atrasar ou deixar de pagar, isso pode te desestabilizar.

3° – Não se resguardar para futuros imprevistos

Em uma empresa, não vale o ditado “viva um dia de cada vez”. Se preparar para os meses futuros, fazendo provisões, é fundamental. Se você não estiver resguardado, pode acabar vendo todo seu lucro indo embora para cobrir um mês de baixas vendas.

2° – Misturar gastos pessoais com gastos da empresa

Um erro clássico. Não vai ser possível identificar os gastos reais da sua empresa e o quanto ela gera de lucro se isso estiver misturado as suas despesas pessoais. Mantenha contas separadas e registre tudo separadamente para garantir um controle financeiro eficiente e claro.

1° – Não planejar

O que começa errado dificilmente vai se consertar no futuro. Não inicie seu negócio no escuro, trace metas e objetivos, crie estratégias, estabeleça prazos. Um bom planejamento inicial vai te dar mais segurança e uma base firme para gerenciar sua empresa.capa-sem-fundo-planejamento

Agora que você já conhece os principais erros de planejamento empresarial, pode investir no seu negócio com mais confiança, foco e embasamento. Para mais conteúdo, baixe gratuitamente o nosso Guia para Montar um Planejamento Estratégico de Sucesso.  

Você pode gostar
Como fortalecer a gestão da empresa
Um ERP grátis para aumentar a produtividade da sua equipe

Deixe o seu comentário para

Seu comentário*

Nome*
Website