Financeiro, estoque, caixa: no dia a dia, acreditamos que estas são as únicas métricas importantes de se acompanhar no varejo, certo?

No artigo de hoje, temos algumas informações que vão te ajudar a ter maior controle sobre o seu empreendimento.

Pequenas e médias empresas do varejo podem faturar muito mais ao analisar suas métricas, além dos números básicos da gestão.

As métricas nada mais são do que dados do seu negócio.

Cada venda realizada, cada cliente fidelizado, o faturamento mensal, o gasto com produtos e serviços, todas essas informações são valiosas.

Além disso, conhecer bem sua métricas e cruzar dados, ajudam a entender o que está acontecendo, onde investir, onde cortar gastos e como crescer mais no mercado.

Qual a importância de acompanhar essas informações para fazer sua empresa crescer?

A análise de métricas está entre as principais estratégias de marketing da atualidade.

Os números de um negócio são o seu raio x: revelam absolutamente tudo.

Gestores que não conhecem as métricas não sabem onde melhorar, o que está dando certo e o que não está saindo tão bem como deveria.

Lucro e faturamento são boas métricas, mas não são as únicas.

Existem muitos outros dados que podem ser obtidos antes e depois da realização de uma venda no varejo.

Quer um exemplo? Qual é a base de clientes do seu negócio? Qual a recorrência de compras? Quais são os produtos mais vendidos? Existe uma sazonalidade em sua produção e vendas?

Quais métricas analisar?

Existem muitas métricas importantes, que podem ser analisadas para aperfeiçoar os processos e fazer o seu negócio decolar.

Separamos algumas das principais:

Número total de vendas

O número total de vendas em determinado período é um dado indispensável.

Ele permite identificar se a empresa está crescendo e atingindo novos clientes, por exemplo.

A análise desses dados só pode ser feita de forma comparativa.

Pegue o montante de vendas de determinado mês e compare com o mesmo mês do ano anterior, por exemplo.

Lembre-se de que o número de vendas elevado nem sempre implicará em faturamento elevado.

Muitas vezes nem sempre são boas vendas.

Esses dados devem ser analisados de forma conjunta, para entender se o crescimento é qualificado ou não.

Clientes fidelizados

Os clientes fidelizados são aqueles que mantêm alguma relação com o seu negócio mesmo depois de uma compra.

Você sabia que vender para um cliente antigo é mais barato do que atrair novos clientes?

É muito simples, o cliente já conhece a sua marca e o seu negócio.

Ciclo de venda no varejo

O ciclo de vida corresponde ao tempo necessário para que a equipe do seu negócio consiga efetivar uma venda.

Esse ciclo começa na captação do cliente em potencial até a conversão, que é a venda efetiva.

Quanto maior esse tempo, mais prejuízo para você, que é levado a gastar muito mais na parte de convencimento e atração do cliente.

Ao identificar o ciclo de vendas no varejo é possível colocar em prática estratégias que visem reduzir esse tempo.

O objetivo é vender mais em muito menos tempo, sempre.

Como criar novas oportunidades a partir disto?

Colher e acompanhar as métricas, sem que exista análise e aplicação, não faz o menor sentido.

As métricas servem para orientar os gestores em suas campanhas, planejamentos e ações. Todos os dados obtidos devem ser analisados, tanto de forma separada quanto conjunta com outros dados.

Faça com que os números do seu negócio contribuam para o aperfeiçoamento de processos, estratégias e métodos.

No varejo, os negócios que mais crescem são aqueles capazes de trabalhar suas deficiências, melhorando continuamente suas métricas.

Agora que você conhece algumas das métricas mais importantes para o varejo, está na hora de começar a analisar as suas.

Reúna os dados e analise cada um deles.

Molde o seu negócio para seguir em direção ao sucesso.

trilha-de-conhecimento-gestao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *