Gestão completa de pequenas empresas: tudo o que você deve saber

Ser o dono do próprio negócio é um desafio grande.  Administrar uma empresa não é uma tarefa fácil. Um empreendimento, mesmo que seja pequeno, depende de um grande número de processos para funcionar. 

O gestor que não busca uma gestão eficiente, comete um erro sério com seu empreendimento. Portanto busque bons resultados e eficiência em cada processo!

São muitas ações burocráticas organizacionais necessárias, dia após dia. E sendo uma empresa, você como gestor quer otimizar todos os setores para garantir bons resultados. Afinal de contas, sua lucratividade depende destes resultados positivos. 

Quando o assunto é pequena empresa, os processos da empresa acabam envolvendo no máximo duas pessoas: o gestor e um empregado contratado. 

Já que são tantos setores nas mãos de uma equipe pequena, resolvemos passar por cada um deles para te ajudar a ter alta performance na empresa como um todo.

Confira tudo o que você deve saber para ter uma gestão de sucesso em sua pequena empresa:

Boa leitura!

Ilustração - Já abriu seu MEI?

Já abriu seu MEI?

Para que sua iniciativa empreendedora se torne um negócio, é necessário abrir um MEI. 

Para fazer isso você deve seguir alguns passos. Se esse é o seu caso, confira nosso post blog sobre Como abrir uma microempresa.

Agora, vamos falar sobre a gestão? 

Iniciar a gestão empresarial focada.
Como fazer isso?

Independentemente da sua empresa ser nova, ou existir a algum tempo, sempre é um bom momento para iniciar uma gestão empresarial mais focada.

Como fazer isso?



Ilustração - Encontre o significado do seu negócio

Encontre o significado do seu negócio

Estipular a missão, a visão e os valores da sua empresa, é muito importante. 

Estes 3 pontos tem o poder ajudar a guiar todas as ações da sua empresa, para o propósito real da sua existência. 

Portanto na hora de fazer isso, é importante que o gestor determine os três fatores da seguinte maneira:

Missão: Esta é a razão pela qual a sua empresa existe. A missão define seu foco de atuação, e o conceito ligado a empresa, e ao produto ou serviço que ela gera. 

Visão: Funciona como uma verdadeira bússola que guia a empresa para o seu grande objetivo a longo prazo. Aqui se define aonde seu negócio pretende chegar, dentro de um determinado espaço de tempo. 

Valores: Como você quer que sua empresa seja reconhecida no mercado e na sociedade? Seus valores determinam isso. Aqui o foco é definir a conduta dos seus colaboradores, assim como tudo o que guia as ações da empresa em geral. 

Recicle seus conhecimentos

Há sempre assuntos novos para entender e conquistar. Não fique satisfeito com o que já sabe. Vá atrás daquilo que faz bem para o seu negócio. Conheça novas ferramentas e converse com pessoas que trabalham na área. 

Manter-se atualizado é bom tanto para você quanto para a sua empresa. Não tenha medo do aprendizado, de voltar para a sala de aula ou de repassar o que você sabe. 

Ilustração - Recicle seus conhecimentos
Ilustração - Conheça seu mercado muito bem!

Conheça seu mercado muito bem!

Em mercados cada vez mais competitivos, conhecer os consumidores e o segmento em que seu negócio está inserido é uma posição fundamental para conquistar novos consumidores e fidelizá-los. 

Isso se deve ao fato de que, mesmo que seus consumidores estejam inseridos em um mesmo grupo mercadológico, eles possuem necessidades diversificadas. É ai que está a chave para sua empresa se estabelecer no mercado: satisfazer esses desejos.  

Entender os clientes e os segmentos de vendas é o passo principal para alcançar a excelência no atendimento e conquistar os seus consumidores. Nesse aspecto, o estudo de mercado, certamente, pode fornecer vantagens competitivas frente à que contribui para que a empresa se estabeleça no mercado. 

Levante sempre as seguintes perguntas:

Como a sua empresa lida com o conhecimento que possui dos clientes e o segmento de vendas? 

Existem pesquisas e/ou estratégias de atuação do seu negócio no seu mercado? 

Ilustração - Faça um planejamento estratégico de ações

Faça um planejamento estratégico de ações

O planejamento estratégico é uma ferramenta da administração que mapeia cenários futuros e gerencia informações vitais para a sua organização em um contexto competitivo. Atualmente ele é destaque em todas, ou na maioria, das empresas tornando-se a mola mestra para as criações de estratégias. 

O foco principal do desenvolvimento estratégico está no desenvolvimento de estratégias que serão responsáveis por guiar a organização até o melhor desempenho possível. Como consequência disso, também será guiada a um melhor resultado. Mas, como nem tudo são flores, uma das maiores dificuldades na hora de implantar um planejamento estratégico é a longa distância entre o que foi planejado e o que foi implantado. 

Como o papel aceita tudo, colocar o que está escrito nele em prática é sempre um grande desafio. Por este motivo, sugerimos um roteiro para coordenar a implantação do plano estratégico no seu negócio.  

Elabore uma Matriz de Coordenação. Ela será essencial para orientar e distribuir as responsabilidades entre os diversos setores, departamentos e níveis hierárquicos da sua empresa. 

Elabore um plano de ação. A estratégia não é nada até ser colocada em prática, assim, seu plano de ação deve ser guiado pelos seguintes pilares: tempo, relevância, prioridades e recursos. 

Elabore projetos estratégicos e orçamentos. Projetos estratégicos identificam as necessidades enquanto os orçamentos nos indicam em que investir. 

Divulgue e busque compromisso. Ao aplicar o planejamento estratégico é importante o benefício de seus funcionários conhecerem como e onde a empresa quer chegar, sem ignorar o risco de seus concorrentes também serem informados sobre os seus passos. 

Avalie resultados e corrija suas rotas. Quando acompanhamos o que está acontecendo e constatamos que algo de bom pode não ocorrer, de imediato deve ser aplicada uma ação corretiva, evitando problemas maiores. 

Gestão do conhecimento coletivo 

A gestão do conhecimento parte da premissa de que todo o conhecimento existente nas organizações, na cabeça das pessoas, nas veias dos processos e no coração dos departamentos, pertence também à organização. Em contrapartida, todos os colaboradores podem usufruir de todo o conhecimento presente na organização. 

Atualmente, as organizações têm reconhecido que o conhecimento é necessário para mantê-las competitivas no mercado e melhorar, significativamente, o seu desempenho. 

Para adotar e conseguir obter resultados com a Gestão de Conhecimento é preciso desenvolver estratégias de implantação e estar consciente que a Gestão de Conhecimento não é uma moda nem uma ferramenta de gestão, é uma filosofia organizacional.

Ilustração - Gestão do conhecimento coletivo 
Ilustração - Nunca deixe de inovar

Nunca deixe de inovar

A necessidade de inovar nas nossas empresas já é uma premissa assumida e nunca se falou tanto sobre a importância da inovação nas empresas como nos dias de hoje. O processo estratégico de inovação é muito mais que o desenvolvimento de novas tecnologias, produtos e serviços. 

Ele envolve a criação de novos modelos de negócios, novas formas de atender necessidades e demandas dos consumidores, novos processos organizacionais, novos meios de competir e cooperar no ambiente empresarial. 

Uma cultura baseada em inovação consiste em gerenciar vários fatores como competências, aspectos comportamentais internos e externos à empresa, ambientes, processos, recursos e estratégias já instaladas. Como em todo desafio complexo, o segredo consiste em segmentar e priorizar a abordagem.

Saiba separar a pessoa jurídica da pessoa física

Misturar suas contas pessoais com as contas da sua empresa é um das piores formas de se querer progredir em algo. Em outras palavras, é uma mistura tóxica para quem quer manter o fluxo de caixa da empresa saudável. 

Se você mistura, chega uma hora em que não consegue mais avaliar se o seu negócio e se as suas finanças pessoais estão indo bem ou não. Mas, a solução não é tão complicada. A primeira, claro, é separar as duas contas. Se ainda não tiver uma conta para a empresa (pessoa Jurídica), providencie o quanto antes.

Em hipótese alguma pague suas dívidas pessoais com dinheiro da empresa, nem vice-versa. Quando você tapa buracos corre um risco sério de perder o controle e criar um problema muito grande no futuro. 

Levantamos 07 dicas que podem te ajudar a separar a pessoa jurídica da pessoa física:

  1. Não leve despesas domésticas para a sua empresa;
  2. Tenha contas correntes separadas;
  3. Defina todas as suas retiradas, tanto da empresa, quanto pessoais;
  4. Busque ajuda, tanto de softwares, quanto de contabilistas. Arquivar tudo no papel ou em planilhas do excel pode se tornar um problemão no futuro.
  5. Conheça as suas opções. Não deixe que a falta de informação atrapalhe as decisões da sua empresa.
  6. Planeje sempre. Separe um montante de dinheiro para cada área da empresa.
  7. Orçamento é orgânico. Por isso, para o sistema financeiro da sua empresa permanecer saudável, é preciso estar consciente de que sempre podem surgir novas demandas.

Faça um mapeamento de seus processos

O mapeamento dos processos da empresa é a melhor forma de garantir que todas as ações aconteçam dentro do prazo e sem erros. Estes dois pontos são essenciais.

As vantagens do mapeamento são:

  • Identificação de gargalos;
  • Delimitar funções entre você e  profissional contratado;
  • Estimar o custo dos processos da empresa;
  • Mensurar e acompanhar o desempenho da empresa;
  • Padronizar processos.
Ilustração - Faça um mapeamento de seus processos

Um mapeamentos de processos pode ter 3 níveis diferentes de profundidade e detalhamento. Eles são:

Se perguntando como colocar em prática o mapeamento de processos em sua empresa? Basta seguir os seguintes 6 passos:

  1. Defina quais processos serão mapeados;
  2. Monte um mapa para cada processo;
  3. Verifique a validade deste mapeamento;
  4. Modele o processo em etapas específicas;
  5. Monitore o processo e seus resultados;
  6. Automatize seus processos.
Ilustração - Mapeamento de processos

Saiba gerir o setor financeiro

Existem algumas regras básicas a serem seguidas para quem deseja ter sua própria empresa. Mesmo no começo, elas devem ser respeitadas, de forma a evitar problemas futuros. 

Além do mais, elas podem ajudar a trazer resultados mais rápidos. 

Planejamento, organização, controle do orçamento e ferramentas que ajudem nesses processos são muito importantes para que a sua micro empresa alcance os resultados desejados. 

Parece complicado? São necessárias atitudes e decisões simples para fazer uma gestão financeira para MEI realmente eficiente. Confira: 

Faça um planejamento financeiro estratégico

Quem deseja se tornar um microempreendedor deve ter em mente que o planejamento é o primeiro passo para o sucesso. 

A preocupação com a gestão financeira para MEI deve começar já aí. Negócios não devem ser feitos no improviso. 

Também é necessário que o gestor esteja a par dos impostos que devem ser pagos para que a empresa funcione dentro da lei. Deixar isso em dia significa se poupar de multas e problemas com a lei!

 

Estude seu mercado de atuação

Pesquise a concorrência. 

Veja se existe demanda e se vale a pena investir neste segmento

A partir daí, pode começar a planejar qual é o melhor caminho para desenvolver o seu negócio. Tenha em mente quais são seus objetivos. 

Quanto você pretende vender? Quantos clientes você deseja e conseguirá atender? Em quanto tempo o investimento será pago e os lucros reais aparecerão? 

A gestão financeira para MEI só é realmente eficaz quando já se tem essas respostas. 

A organização do setor financeiro te deixa um passo mais perto do sucesso

Ter organização é essencial em todas as áreas da vida, e nos negócios não seria diferente. 

Ela não está somente em deixar papéis arrumados ou sua  mesa limpa. Um empresário de sucesso sabe organizar também todas as informações e os dados que tem disponíveis. Só assim é possível tomar decisões e criar estratégias certeiras. 

Para ser eficiente, a gestão financeira para MEI precisa dessa organização. Você sabe exatamente quais são os gastos mensais do seu negócio? Consegue dizer quais produtos te trazem mais e menos retorno? Entende como os processos internos estão acontecendo? 

As planilhas e os softwares próprios para gestão financeira para MEI podem ajudar muito a ter essa organização. Falaremos melhor sobre ambos mais adiante. 

No entanto, por hora vale ressaltar que ser organizado precisa se tornar um hábito. 

Sempre que novos dados surgirem, registre-os. Seja uma nova conta a pagar, uma taxa que teve alterações ou qualquer outra informação importante. 

Deixar tarefas para depois é sempre uma ideia ruim. Com a organização, você evita um acúmulo de tarefas e não se sente sobrecarregado depois.

Como controlar o orçamento?

O orçamento é exatamente o quanto você tem de custos em determinado período e o quanto você recebe. Para um orçamento equilibrado, é essencial gastar menos do que se ganha. Sempre menos. 

Gastar a mesma quantia é arriscado, pois sempre podem aparecer imprevistos. 

Muitas vezes o empresário fecha o mês no vermelho e não porque não recebe o suficiente. 

Isso pode acontecer porque ele não controla o dinheiro que entra. Pode nem mesmo saber qual é esse valor, principalmente quando mistura as finanças da empresa com as que são pessoais. 

Não saber como o dinheiro sai também pode levar ao saldo negativo. 

Em que a sua empresa está gastando?
Onde é possível fazer cortes? 

Analisar todos os custos é parte importante da gestão financeira para MEI. Colocar exatamente todos os gastos em uma planilha e revisar um a um. 

Vale prestar atenção até mesmo em gastos menores que, quando somados, representam grande parte dos custos. Material de escritório, plano de internet, energia elétrica. 

É preciso incentivar os colaboradores a economizarem os recursos, e se policiar para fazer o mesmo. Uma boa gestão financeira para MEI é aquela em que há um controle eficiente do  orçamento. 

Fazendo esse controle, você entende melhor o que está acontecendo na sua empresa. 

Além disso, evita surpresas desagradáveis e o gestor consegue planejar suas finanças; onde investir e o que diminuir no seu orçamento.

Fique atento ao seu capital de giro

É fundamental que o gestor tenha em mente qual será o capital necessário para manter o negócio funcionando. Principalmente nos primeiros meses de existência da empresa. 

A falta de capital de giro é um dos grandes motivos pelos quais novas empresas acabam fechando as portas e encerrando as atividades.

Em termos conceituais, capital de giro é o dinheiro necessário para gerir um negócio enquanto não há entrada suficiente de capital.

O capital de giro depende de um planejamento financeiro para que ele seja estipulado e seguido fielmente durante todo o tempo de gestão.

Saiba lidar com a Inadimplência dos clientes

Parte da gestão financeira, é saber como lidar e resolver a inadimplência de alguns dos seus clientes. 


Existem 3 ações que podem tornar a gestão para evitar a inadimplência mais fáceis. Elas são: 

  • Utilizar um sistema de notificações automáticas;
  • Fazer uma análise o crédito do cliente antes de vender;
  • Fer um contrato e entregar a nota fiscal;
eBook Controle Financeiro para pequenas e médias empresas

Quer saber mais sobre controle financeiro?

Confira nosso ebook Controle Financeiro para pequenas e médias empresas!

Baixar Grátis
Image

Seja produtivo sempre

A produtividade é assunto recorrente e busca constante dentro de toda a empresa. Essa é a expressão da eficiência de qualquer empreendimento. 

Quer melhorar a produtividade da sua empresa? Algumas ações podem fazer muita diferença no dia a dia da sua gestão, confira:

eBook Guia de bolso: Dicas para revolucionar seu negócio

Quer mais dicas de como melhorar sua produtividade e gestão?

Confira nosso Guia de bolso  com dicas para revolucionar seu negócio

Baixar Grátis

Porque usar as redes sociais ao máximo?

Marketing é uma estratégia que traz muitos benefícios para um negócio. 

Inicialmente ele ajuda na captação de clientes para sua marca. Ajudando a fidelizar e estabelecer um relacionamento com quem já é seu cliente.

Muitas ações online e offline podem ser feitas para promover a sua empresa. É claro que se a ideia é não investir altos valores, a melhor opção é optar pelo marketing digital.

O Facebook e o Instagram são as duas redes sociais que as marcas mais usam para se comunicar com seu público. E ambas costumam a entregar bons resultados. 

Contudo, se a idéia é escolher apenas uma para investir e criar conteúdo, é interessante optar pelo instagram. 

Entenda porque:

Uma conta profissional pode facilmente colocar o seu negócio em uma posição de destaque. 

Quanto maior a presença da sua marca nas redes sociais, melhores serão os seus resultados. Já ouviu falar naquele ditado popular “quem não é visto não é lembrado”? 

Essa é a mais pura verdade.  E quer saber um segredo? O Instagram é a maior vitrine social da atualidade. 

Se você é MEI, está na hora de criar uma conta profissional. 

Saia na frente dos seus concorrentes, criando autoridade na internet e conversando diretamente com os seus clientes e público-alvo. 

Como usar a rede ao máximo?

Após criar a sua conta profissional, é importante que você saiba como extrair o máximo da plataforma. 

Existem algumas dicas poderosas que vão te ajudar a crescer rapidamente dentro dessa rede social, conseguir seguidores e resultados incríveis.

Não se trata de simplesmente fazer postagens, mas saber o que postar, quando postar e como interagir com os seguidores. Além disso, existem as estratégias externas, como divulgar o nome de usuário da sua empresa em outros canais, como sites e blogs. 

Lembre-se de que o Instagram é uma plataforma baseada em seguidores. 

Para conseguir os melhores resultados com o Instagram, outra dica é utilizar todos os recursos e ferramentas.

Não se limite às postagens com imagens. Poste vídeos curtos e faça Stories – postagens que ficam disponíveis para visualização durante 24h.

Agora já é possível fazer transmissões de vídeo ao vivo. Estude maneiras de colocar em prática todos esses recursos.

Se possível, mantenha um profissional dedicado para a produção de conteúdo. Quer uma dica extra? Agora é possível anunciar no Instagram, usando o Gerenciador de Anúncios do Facebook – empresas parcerias e integradas.

Principalmente para quem está começando na plataforma, pode ser uma boa ideia investir em anúncios patrocinados para atrair seguidores.

Conteúdo x frequência x engajamento

O que postar? Quando postar? O que fazer depois de postar? Essas são perguntas muito importantes. Criar uma conta profissional no Instagram é apenas o primeiro passo para alavancar o seu negócio e conseguir mais resultados. 

Agora é hora de colocar a mão na massa e fazer postagens. 

O conteúdo deve ser sempre de qualidade e relacionado com o seu produto, marca ou serviço. 

Fazer postagens que extrapolam esse limite é um erro que não deve ser cometido. Mas atenção: as postagens devem ser atrativas, em linguagem compatível com o público-alvo.

Para que os posts sejam realmente interessantes, é fundamental que não possuam foco em vendas.

Pelo menos, essa é a regra para 70% do conteúdo produzido. Isso significa que na maioria das vezes você não deve tentar vender, mas sim oferecer informações relevantes para os seguidores.

Já a frequência de postagem pode variar. É interessante fazer postagens diárias. 

Contudo, para realmente determinar uma frequência,  você vai ter que estudar o seu perfil, o número de seguidores e o volume de conteúdo que consegue produzir. 

O engajamento com as postagens é parte crucial. É comum que os seguidores façam comentários nos posts, com elogios, sugestões e perguntas. 

Como empresa, você deve responder a esses comentários, sempre de forma direta, descontraída e assertiva.

Tire as dúvidas, agradeça pelo feedback, demonstre a preocupação do seu negócio com a satisfação dos clientes. 

Esse é um ótimo momento para reforçar o laço entre empresa e consumidor, deixando claro que você se preocupa com muito mais além do lucro. 

Como aproveitar sua empresa? O que mostrar? Como usar as hashtags?

Lembre-se de que a sua empresa é o objeto principal. A conta foi criada para proporcionar crescimento para o seu negócio. 

Mostre ao seu público e seguidores as qualidades, diferenciais e valores da empresa. 

Isso é algo que pode ser feito indiretamente, através de conteúdo relevante. Assim como é importante saber o que mostrar, é importante saber o que deixar de fora. 

Não utilize a sua conta profissional para criticar a concorrência, os clientes ou quem quer que seja. 

Demonstrar profissionalismo é fundamental. Sempre que possível, utilize as hashtags para marcar itens, coisas, pessoas ou sentimentos relacionados com o post publicado.

As hashtags ajudam os seguidores e usuários da plataforma a encontrar conteúdo de qualidade, através da aba de pesquisa. 

Cuidado na hora de escolher as hashtags, evite aquelas que estejam relacionadas com concorrentes ou outros atuantes no mesmo segmento empresarial. 

Stories e IGTV

O Instagram está com duas grandes ferramentas poderosas: o Stories e o IGTV. 

É importante buscar promover conteúdo para o IGTV. Porém, vamos falar um pouco sobre stories, mostrando como funciona e como a sua empresa pode aproveitar esse recurso. 

O Stories é uma postagem temporária, que permanece no perfil por 24h depois de sua publicação – a menos que seja excluída pelo dono da conta antes desse prazo, o que é possível. 

Aqui vale a criatividade: é possível criar Stories com imagens e vídeos. E o melhor, tudo personalizável, com adesivos, figurinhas e um sistema de marcação, para mencionar outros perfis. 

 

Dois recursos interessantes que podem ser usados no Stories são as enquetes e perguntas. 

Eles permitem que os seguidores, ao visualizarem o Stories, realizam perguntas ou votem em determinado assunto, definido por quem criou a postagem. 

Vale a pena explorar esses truques para conhecer melhor os seguidores, entender seus gostos, necessidades e dores. 

Interagir com os seguidores é uma excelente estratégia para fidelização. Permite ganhar a simpatia e confiança de cada um deles.

Não se esqueça de analisar as métricas e dados das suas postagens

Como saber se a sua conta profissional no Instagram está alcançando resultados? 

Existem algumas métricas e indicadores que devem ser observados e analisados. A própria ferramenta oferece essas informações. 

Sempre que algum conteúdo é postado, as pessoas podem dar “amei”, em forma de um coração – dando dois toques sobre a postagem ou pressionando o desenho do coração. 

Você sempre vai saber quantas pessoas interagiram com o seu conteúdo. 

Nos vídeos, o Instagram mostra não apenas o número de visualizações, mas também o tempo médio de reprodução. Isso porque algumas pessoas não finalizam o vídeo, deixando o conteúdo pela metade. Uma taxa de rejeição muito alta indica baixa qualidade no conteúdo divulgado.

Existem outras métricas importantes que não podem ficar de fora. Uma delas, talvez uma das mais importantes, é o número de seguidores.

É um fato: perfis profissionais com um número elevado de seguidores conseguem muito mais resultados.

Analisar cada um desses números vai te ajudar a entender melhor o seu negócio e criar estratégias para agregar ainda mais valor para a sua empresa.

São métricas muitas vezes negligenciadas por usuários comuns, mas não podem passar batido para você que é empresário.

Viu como é fácil fazer e gerenciar o Instagram para MEI? Essa é uma das redes sociais mais poderosas da atualidade.

Vale a pena criar uma conta e produzir conteúdo relevante, informativo e de qualidade. Interaja com os seus clientes, firme parcerias de negócio e muito mais.

 

Saiba impulsionar as vendas do seu empreendimento

Image

Existem muitas ações que podem ser feitas pelo gestor a fim de ter bons resultados em vendas. Uma gestão de resultado procura lucrar e ter alta performance, e as vendas são a fonte de renda de sua empresa.

Mas de longe, a melhor maneira de vender bem e em grande volume, é tendo uma boa equipe de vendas.

Portanto quando chegar a hora de contratar estas pessoas, procure por aquelas que possuem alguns conhecimentos, habilidades e atitudes que são realmente necessárias. Como:

Um time de vendas forte e preparado é o primeiro passo para ter lucratividade na sua empresa! 

Contudo não deixe outras questões passarem despercebidas por você. 

Quando se existe uma equipe de vendas é necessário saber como você vai pagar pelo trabalho deles. e aí surge o assunto Comissão na sua mente.

Existem diversas forma de pagar comissão por vendas para seus funcionários. Algumas delas são:

A maioria das empresas fazem o pagamento dos seus vendedores com o salário fixo junto das comissões acordadas pelo número de vendas. Em alguns casos a comissão pode ser fixa. Porém, é mais comum que seja preestabelecido um valor de comissão sobre cada venda feita. Além do mais, pagar um salário todo o mês demonstra que a empresa percebe o trabalho do vendedor e reconhece seu esforço. O colaborador percebe que não se trata apenas dos bons números de vendas feitas.

Faça a análise de relatórios e acompanhe seus resultados 

Existem muitas métricas que podem ser utilizadas para verificar o desempenho do seu empreendimento. Estas métricas são chamadas de KPI’s.

Os KPI’s (Key Performance Indicators, ou indicadores de desempenho, no português) são conjunto de métricas que ajudam os gestores e empresários a controlar o negócio, garantindo o máximo de eficiência e resultados.

Image

Como usar esses índices?

Para utilizar os índices de desempenho no seu negócio é fundamental conhecer cada um deles e saber como eles funcionam. Isso porque cada indicador é utilizado para determinada finalidade.

Existem indicadores de conversão, indicadores de qualidade de atendimento, indicadores de retenção e captação de clientes, indicadores de fidelização, indicadores de tempo médio de atendimento, de rejeição e muito mais.

Você não precisa adotar todos os indicadores, bastando implementar somente aqueles que estejam relacionados com o seu negócio e com as suas necessidades.

Vale a pena contar com um time de colaboradores treinado e capacitado para realizar a análise dos dados obtidos, além de pensar estratégias a partir dos resultados.

É importante explorar sempre os indicadores, comparando os resultados de cada períodos para acompanhar a eficiência das estratégias implementadas.

Escolha um software para auxiliar em sua gestão

Escolher o software certo para fazer a gestão da sua empresa, mesmo sendo MEI, é um fator decisivo em uma empresa. 

Não existe um momento exato para implementar um software de gestão dentro de uma pequena empresa. Entretanto existe a certeza de que quanto mais cedo você fizer isso melhor para o seu negócio! 

Muito se fala sobre a capacidade desses softwares em aumentar as vendas e potencializar os resultados, mas é importante lembrar que, além de te fazer ganhar mais, o uso de ferramentas de gestão é extremamente eficaz em te fazer perder menos!

Por que ter um software de gestão mesmo sendo uma empresa pequena?

Essa pergunta deve estar martelando na mente de muitos microempreendedores individuais (MEI) ou até mesmo de alguns administradores que comandam negócios. 

Pare um pouco para analisar todos os seus processos, tente quantificar o tempo que você perde com:

  • Procrastinação causada por processos extremamente entediantes;
  • Informações imprecisas que atrapalham os resultados;
  • Falta de comunicação entre os departamentos;
  • Tarefas feitas de  modo arcaico (preenchimento à mão de relatórios fiscais, cadastro de produtos e outros);
  • Retrabalho.

Então, a resposta para o porquê de precisar implementar um software de gestão mesmo sendo uma empresa pequena é simples! Você quer continuar perdendo tempo, ou quer aproveitá-lo para investir no crescimento em quantidade e qualidade do seu negócio?!

Essa é uma questão que você deve considerar para garantir que a implementação de uma ferramenta de gestão empresarial na sua empresa seja a decisão mais acertada para o seu negócio. 

Que processos e setores serão melhorados com a ferramenta?

Um software de gestão é uma ferramenta que promove a eficiência, e ser eficiente quer dizer fazer mais e melhor, com menos! Instalar um ERP terá impactos diretos em todos os setores da sua empresa, sendo que os mais afetados serão os setores de:

  • Vendas;
  • Compras;
  • Estoque;                         
  • Marketing;
  • Contábil.

Entretanto, a melhoria dos processos depende muito de qual é o seu tipo de negócio e de quais são as demandas específicas que essa atividade necessita. Um salão de beleza pode melhorar o seu processo de marcação de horários, enquanto um frigorífico pode otimizar a disposição das carnes e acompanhamento da sua qualidade, por exemplo.

Um dos setores que apresenta uma melhoria em qualquer que seja a atividade exercida pela empresa é o de contabilidade. Afinal de contas, trata-se de um departamento empresarial que não sobrevive sem a organização dos dados, algo que um software de gestão faz com maestria!

Portanto, seja lá qual for o seu ramo de trabalho, adotar um software de gestão é algo que tende a melhorar e muito vários setores da sua empresa e dessa forma as chances de obter excelentes resultados. algo que consequentemente se reflete em uma boa margem de lucro.

Você conhece o Hábil Empresarial? 

O Hábil Empresarial apostou em mais tecnologia e criou uma versão Profissional para sua empresa ter acesso à ferramentas de automação comercial. Use nossa tecnologia a seu favor. (Na aquisição desta licença disponibilizamos gratuitamente a opção de acesso remoto, em horário agendado, para a instalação/configuração e instruções iniciais para o início do uso do software.)


O Hábil Empresarial Profissional reúne toda a nossa experiência em Automação Comercial e tem um excelente custo x benefício.


Ao adquirir o Hábil Empresarial Profissional, você vai ter o que há de melhor em software de Controle Financeiro. 

Image

Algumas das funcionalidades presentes no hábil empresarial são:

  • Emissão de Documentos Fiscais ou da Venda no Balcão (incluindo ECF, TEF Discado ou Dedicado, Sintegra, nFP, PAF-ECF, Balança, Leitor de Cheques, etc)
  • Emissão de cupom fiscal (ECF)
  • TEF / Sintegra / NFP
  • Homologado PAF / ECF
  • Fluxo de caixa
  • Renegociação de contas a pagar e a receber
  • Emissão de boletos bancários
  • Geração de arquivos de remessa / retorno de boletos
  • Conciliação bancária
  • Acompanhamento de clientes (Follow-up)

Conheça esta e muitas outras funcionalidades presentes no Hábil empresarial! 

E para encerrar com dica de ouro, e garantir uma gestão de alta performance:

Confira nosso ebook com 5 dicas valiosas para MEI

Baixar Grátis