Empreendedorismo Empresarial Gestão Negócios

Plano de negócios: Você já fez o seu?

Plano de negócio: Você já fez o seu?

Grande parte dos gestores de pequenas e médias empresas em algum momento ouvem falar sobre plano de negócios.

Ele não é só muito famoso como muito importante.

É o plano de negócios que irá guiar muitas das estratégias e ações da sua empresa, e pode ser uma ótima ferramenta de apoio durante toda a sua gestão.

O problema nesse caso é: nem sempre os empreendedores costumam criar um plano de negócios.

E mesmo os que criam acabam por não segui-lo.

Esse texto é direcionado para você, gestor, que precisa aprender como gerenciar melhor os negócios a partir de estratégias bem focadas e direcionadas.

Vamos lá?

O que é um plano de negócio?

Quando você vai viajar para um lugar desconhecido, precisa de um mapa, certo?

Ele é que vai garantir que você consiga chegar onde realmente quer.

Atualmente, o GPS facilita muito nesse sentido, já que você pode ter, com ele, uma direção exata dos caminhos que precisa percorrer até chegar no lugar de destino.

O plano de negócios tem o mesmo sentido: orientar e dar um parâmetro da realidade de uma empresa ou marca.

Guiando a mesma para que chegue onde deseja.

De forma geral, o plano de negócios é um documento que tem detalhado os principais objetivos da empresa, bem como os passos que devem ser seguidos, diminuindo riscos e incertezas.

Ele acaba se tornando uma ferramenta indispensável para o gestor, pois mostra a situação em um panorama completo.

Isso dá ao gestor mais segurança na hora de tomar decisões.

Primeiros passos, como fazer o seu plano de negócios?

Fazer um plano de negócios é algo simples, que não exige muitas ferramentas.

Porém, é necessário que você dedique um tempo ao planejamento dessas ações. Concentração e paciência são detalhes fundamentais aqui.

Antes de tudo, faça uma análise do mercado, público-alvo, dores e necessidades do público.

Observar e saber muito bem como anda o seu ramo de negócios é o ideal. Mas compreender quem é o seu cliente, e como é o dia a dia dele também é essencial.

Então, faça um mapeamento da região em que seu empreendimento será localizado.

Descubra: quais são seus concorrentes mais próximos? Como é sua localização, e o que há ao seu redor?

Sua localização te favorece? Em que sentido isso acontece?

Depois disso é hora de se perguntar sobre o seu cliente. Para isso, monte um perfil demográfico com informações essenciais, sendo elas:

  • Idade
  • Sexo
  • Formação escolar
  • Profissão
  • Cidade ou região em que vive
  • Hábitos de consumo
  • Hábitos de transporte, comunicação, alimentação, lazer e relacionamentos.

Desenvolva um plano financeiro e operacional

Um plano financeiro e operacional deve ser sobre equipamentos, instalações, capacidade produtiva, de entrega e de atendimento e etc.

Quanto você pode produzir? Quanto e por quanto você pretende vender? As respostas destas perguntas vão guiar seu plano operacional e financeiro.

Assim, você saberá quanto tem de custo mensalmente, e poderá planejar compras e vendas.

Por fim, revise todos os pontos que podem ser melhorados e detalhados. Para isso, analise com cuidado os seus resultados.

Toda a estratégia, plano e meta de uma empresa deve ser focada e baseada em seus resultados.

A análise de relatórios deve ser feita de maneira periódica.

Além de ser feito, o plano de empresa deve ser revisado de tempos em tempos, afinal, devido ao seu desenvolvimento, talvez ações diferentes sejam necessárias.

Como levar seu plano de negócio para frente, por toda sua carreira?

O mercado muda o tempo todo. Prova disto é que empreendimentos de 5 anos atrás, passaram por severas mudanças.

Por vezes acabam desbravando novos mercados, por exemplo. A verdade é que a tecnologia permite um avanço e mudanças rápidas de tempos em tempos.
Por isso, revisar sempre o seu plano de negócios passa a ser simplesmente fundamental. Esteja sempre atento a:
Como anda o mercado.
Como estão os preços praticados.
Como seus serviços ou produtos podem ser melhorados.
Que diferenciais competitivos você pode ter para se destacar mais.
Como seus clientes estão reagindo aos seus produtos e serviços.
Existe alguma inovação no seu ramo de mercado?

A ideia é que seu Plano de Negócios seja sempre seu guia, mas não uma regra e jamais intocável.

O mercado muda, e você está em constante transformação e crescimento. Portanto a mudança é inevitável.

Seu plano de negócios deve ser seu companheiro, nunca um empecilho.

Um plano de negócios bem feito traz resultados. Por isso, se algo anda errado, significa dizer que será necessário fazer uma sincera reavaliação.

Por essa razão , deve se analisar com cuidado seus resultados de forma periódica.

O mais importante é conseguir perceber de forma sensível e real onde estão os entraves, para assim conseguir ter soluções consistentes em seu empreendimento.

Sempre que um problema é resolvido, a empresa chega mais perto do seu sucesso!

Para mais eficiência e resultados mais positivos em sua gestão, conheça também o Hábil Empresarial, ou baixe gratuitamente nosso eBook:

Plano de negócio: Você já fez o seu?

Você pode gostar
Boleto-com-registro-O-que-isso-muda-na-sua-empresa
Boleto com registro: O que isso muda na sua empresa
Como fazer o balanço patrimonial

Deixe o seu comentário para

Seu comentário*

Nome*
Website