Financeira Gestão

Veja 5 dicas para controlar melhor seu fluxo de caixa

Veja 5 dicas para controlar melhor seu fluxo de caixa

O fluxo de caixa responde muitos questionamentos sobre a empresa.

O fluxo de caixa é um instrumento de gestão que requer um controle muito preciso de suas contas a pagar e a receber.

Ele é que regula a situação financeira de sua empresa, e o que pode dizer se ela está saudável ou não.

Quando falamos sobre Fluxo de Caixa, é preciso que o mesmo seja visto como uma ferramenta para que o empresário registre informações de entradas e saídas da empresa.

Tendo em mãos as informações do Fluxo de Caixa, o empresário tem a possibilidade de elaborar a Estrutura Gerencial de Resultados estabelecendo metas e objetivos.

Analisando os números, calculando a rentabilidade, a lucratividade, o ponto de equilíbrio e podendo regular o prazo de retorno do investimento.

Partindo disso, é possível fazer uma análise atenta e obter uma resposta clara sobre as possibilidades de sucesso dos investimentos feitos em sua empresa, assim como do estágio financeiro em que a empresa se encontra.

Cuidados essenciais no departamento financeiro

Algumas questões não podem passar despercebidas pelo gestor quando se fala em fluxo de caixa, por isso quando o assunto for o departamento financeiro de sua empresa algumas ações são fundamentais:

  • Registre e categorize todas as movimentações financeiras;
  • Verifique o fluxo de caixa diariamente, ou pelo menos no fim de toda a semana;
  • Avalie seu capital de giro atentamente;
  • Estipule metas e objetivos de curto, médio e longo prazo, de acordo com seu fluxo de caixa;

Para te ajudar a evitar que as finanças de sua empresa desandem, separamos algumas dicas importantes que podem garantir uma boa gestão do seu fluxo de caixa:

Crie uma Projeção de Fluxo de Caixa

O fluxo de caixa é feito baseado nas entradas e saídas de dinheiro que ocorreram na empresa.

E a projeção de fluxo de caixa, é estruturada com base na estimativa de entradas e saídas desse dinheiro, para prever o que podem afetar o caixa da empresa.

Ao menos uma vez por ano, deve ser feito uma projeção de fluxo de caixa para que o gestor consiga identificar necessidades futuras.

Assim, irá garantir que terá condições de pagar seus fornecedores e empregados e para que a empresa esteja preparada para qualquer imprevisto.

Esta projeção traz ainda mais benefícios se for feita a cada dois ou três meses.

A questão aqui não é ser otimista e muito menos conservador quanto às vendas e suas despesas. É preciso manter os pés no chão e trabalhar com as evidências que o fluxo te irá te mostrar.

Emita faturas

Seja rápido ao emitir faturas assim que um projeto for entregue ao cliente ou quando uma venda for feita.

Seja muito claro com seus clientes quanto às condições possíveis de pagamento.

Estabeleça uma rotina de cobrança e recebimento, encontre tempo para preparar e emitir cobranças, inclusive, pense em um programa de lembretes para clientes com pagamentos atrasados.

Cuidado com as vendas parceladas

Tenha muito cuidado nessa hora. Vender parcelado parece algo comum, principalmente no Brasil, mas muitos empreendedores cometem esse erro clássico de registrar, no fluxo de caixa, o total de vendas no momento em que ela é feito e acaba não lembrando de lançar a parcela a cada mês.

Então tenha em mente que é necessário ter muita cautela se você resolver oferecer esta possibilidade de pagamento.

Não ficar atento pode gerar erro no seu caixa, tornando mais difícil avaliar a parte financeira do seu negócio.

A dica de ouro para fugir deste problema: lance no sistema apenas os pagamentos já realizados e não as vendas.

Lance cada parcela no mês correspondente.

Negocie prazos de pagamentos

É muito importante que você não tenha receio em negociar condições de pagamento com seus fornecedores.

Alguns exigem receber com prazos curtos, mas caso seja necessário, tente negociar um prazo maior, especialmente se você já for um cliente frequente e use o prazo inteiro, caso seja necessário.

Ficar sem os insumos necessários para o funcionamento perfeito da sua empresa não é uma opção.

Então procure por fornecedores confiáveis que permitem que você negocie as condições de pagamento de suas compras da melhor forma possível.

Tecnologia

É um fato que a tecnologia está aí para facilitar a vida de todos, inclusive dos gestores e das ações empresariais.

Justamente por isso fazer o uso de um software de gestão é tão importante.

Ele possibilitará que todas as questões acima se resolvam em poucos cliques, de forma otimizada e organizada!

Utilizando o Hábil Empresarial em sua empresa você perceberá que irá armazenar tudo em um único lugar, permitindo que o gestor acompanhe o fluxo de caixa e mostrando dados da situação financeira da empresa.

Deixe a papelada e gavetas cheias de para trás.

Elas não mantêm a organização e ainda oferecem o risco de perder documentos e registros importantes.

Sem falar que se as informações forem mantidas em um só software tudo estará organizado de forma segura.

Comece a utilizar um software de baixo custo que estará sempre atualizado quanto às suas despesas.

Além de preparar nota fiscal e enviar faturas, você poderá controlar todo o seu fluxo de caixa facilmente.

Baixe a versão gratuita e comece a testar.

A solução gratuita do Hábil oferece diversas ferramentas, como:

  • Multi-empresa;
  • Controle de receitas e despesas;
  • Contas a pagar e a receber;
  • Contas bancárias.

Se sua empresa necessita de outras funções mais, para manter o controle das tarefas e dos resultados alcançados, conheça as outras soluções oferecidas pela Hábil, como controle de estoque, emissão e gerenciamento de boletos, emissão de documentos, e muito mais.

Uma gestão eficiente começa pelo departamento financeiro do seu negócio, então fique muito atento a ele, e escolha a melhor ferramenta para te ajudar!

Acesse o site e conheça a Hábil!

Veja 5 dicas para controlar melhor seu fluxo de caixa

Você pode gostar
Gestão-de-Panificadora-como-ter-uma-panificadora-de-sucesso
Gestão de Panificadora: como ter uma panificadora de sucesso?
Como ficará a emissão de NF-e a partir de 2017?
1 Comentário
  • jorge machado
    jun 30,2016 em 06:57

    Eu usei muito e recomendo

Deixe uma resposta para jorge machado Cancelar resposta

Seu comentário*

Nome*
Website